A

Alcance

O número total de pessoas ou lares, não duplicados, na audiência de um canal ou em uma campanha publicitária, durante um período específico de tempo. É às vezes expressado como uma porcentagem do total da população do mercado. Conhecido também como o cume líquido do alcance. Ver Cume, Freqüência.

Alcance Efetivo

Critério estabelecido na quantidade de vezes que uma audiência específica esteve exposta a uma mensagem publicitária e que ela é lembrada. Por exemplo, uma mensagem publicitária foi vista por 50% das mulheres com idades entre 18-34 (então 50% das mulheres viram a mensagem ao menos uma vez). Mediante uma análise descobriu-se que 20% viram a mensagem 3 vezes e 10% a viram 3 ou mais vezes. O critério para o Alcance efetivo é 3, então o Alcance Efetivo é 30% (20% + 10%). Ainda que o Alcance Total tenha sido 50% do público-alvo, o Alcance Efetivo foi apenas 30%.

Alcance Líquido

Ver Acumulado ou Alcance.

Amostra

Um ou mais elementos (indivíduos, lares, etc.) selecionados em uma população ou universo para representar essa população ou universo. Ver Amostra de Probabilidade.

Amostra de Probabilidade

Tipo de amostra em que cada membro da população tem conhecimento e a mesma probabilidade de ser selecionado para a amostra. Às vezes denominadas amostras ao acaso. As amostras de probabilidade permitem deduções estatísticas sobre a precisão das estimativas da amostra. Ver Intervalo de Confiança

Amostra de Reforço

Amostra suplementar usada por uma empresa de índice de audiência no caso em que a amostra originalmente designada seja insuficiente por causa de falta de cooperação.

Amostra por Conglomerado

Tipo de amostra de probabilidade na qual o conjunto de unidades de amostragem, chamados conglomerados, (exemplo, zonas do censo), são parte da amostra em alguma etapa do processo. Ver Amostra de Probabilidade.

Análise de Tendências

Um tipo de modelo de pesquisa longitudinal feita de modo que resultados repetidos de amostragens independentes sejam comparados ao longo do tempo.

Análise Pós-compra

É uma avaliação com base nos níveis de audiência na hora em que o comercial foi veiculado. A análise pós-compra é utilizada para determinar a entrega atual de uma compra publicitária ou para comparar o planejamento versus compra.

Aparelho de Medição

Ferramenta que grava eletronicamente as mudanças de canais em uma televisão, mas lê somente a informação da residência. Esses aparelhos não permitem a obtenção de informações individuais.

Area de Cobertura

Uma área geográfica onde um sinal televisivo pode ser recebido.

Area de Cobertura

Área geográfica que recebe o sinal originado por um canal de televisão.

Area pesquisada

Área geográfica onde é desenvolvida uma amostra para um estudo.

Audiência

Grupo de lares ou indivíduos que estão expostos a programas de televisão, rádio ou outros meios. As medições de audiência são expressas em porcentagens ou em números estimados de lares e indivíduos assistindo ou escutando a um programa.

Audiência Acumulada Exclusiva

O tamanho total de audiência não duplicada que assiste exclusivamente a um canal dentro de um período de tempo específico. Conhecido também como Alcance Líquido.

Audiência de Período de Tempo

Audiência calculada para um intervalo específico de tempo. Como 15 ou 20 minutos, em relação a um programa específico. Ver Índice de Audiência (Rating).

Audiência disponível

Número total de pessoas que estão, realmente, em condição de utilizar um meio a qualquer momento. Isso é definido operacionalmente como as pessoas que estão usando um meio. Exemplo. Níveis de PUT (Pessoas Usando Televisão) ou PUR (Pessoas Usando Rádio).

Audiência Líquida

Ver Acumulado ou Alcance.

Audiência Líquida não Duplicada

Ver Acumulado ou Alcance.

Audiência não Duplicada

Número de pessoas ou lares diferentes durante um período específico de tempo. Ver Cume, Audiência Acumulada.

Audiência Potencial

Audiência máxima possível que um canal pode ter em um período de tempo determinado.

Audiência Projetada

Tamanho total de uma audiência estimada em uma população, com base na informação da amostra. O índice de audiência pode ser determinado aplicando estimativas do universo. Ver Amostra Provável, universo.

Audiência-alvo

Subgrupo do total da audiência que um anunciante definiu e quer alcançar por meio de uma campanha publicitária ou que um canal quer captar com um tipo de programação.

Auditoria

Averiguação que certifica procedimentos, metodologias e todos os tipos de controles de qualidade que estejam sendo executados.

C

Cabo - Pacote Básico

Serviços de programação proporcionados por um sistema de cabo ao menor preço mensal. Esses serviços incluem geralmente sinais de televisão local, canais a cabo patrocinados por anunciantes e canais de acesso locais.

Canal Premium

Serviço de programação provido por um sistema a cabo por uma quota mensal adicionada ao preço do pacote básico.

CCMA

Comissão Central de Medição de Audiência. Associação Argentina encarregada de revisar as negociações no mercado publicitário daquele país.

Censo

Estudo no qual cada membro de uma população é pesquisado e medido, realizado tipicamente a cada 10 anos.

Chefe do Lar

Refere-se à pessoa que contribui com a maior parte dos ingressos de um lar.

CIM

Conselho de Investigação de Meios. Associação Mexicana encarregada de revisar as negociações no mercado publicitário daquele país.

CLEMAT

Comissão de Licitação do Estudo de Medição de Audiência de Televisão. Associação Chilena encarregada de revisar as negociações no mercado publicitário daquele país.

Cobertura

Porcentagem de lares ou pessoas recebendo um sinal televisivo particular em uma área geográfica específica. (Exemplo. A que distância um sinal de televisão pode ser captado).

Composição da audiência

Perfil demográfico que representa a audiência de um canal ou programa.

Confiabilidade

Margem na qual um método de medição oferece resultados consistentes através do tempo.

Correlação

Medida estatística que mede a força e a direção da relação entre duas variáveis. Esta pode oscilar entre o valor de +1,0 a -1,0, sendo que 0 indica que não há relação.

CPM (Custo Por Mil)

Medida que determina o valor de compra de 1.000 membros de uma audiência para um comercial. O custo total de um ou vários comerciais é dividido pela audiência projetada expressada em milhares. Por exemplo, se o custo de um comercial é de US$ 50.000 e a audiência projetada é 4.606 (4.606.000 dividido entre 1.000) então o CPM é igual a US$10,86. O CPM é normalmente utilizado para comparar o custo e a eficiência dos distintos veículos publicitários.

CPP (Custo Por Ponto de Audiência)

Uma medida de quanto custa comprar a audiência representada por um ponto de audiência. O tamanho dessa audiência e, por conseguinte, seu custo, variam dependendo do tamanho da população do mercado no qual o índice de audiência esteja embasado. É utilizado pela maioria dos planejadores de mídia no desenvolvimento, na alocação de recursos e estabelecimento de pontos de audiência. Fórmula Custo Por Spot / Pontos de Audiência

Cume (Audiência Acumulada)

Conhecido também como Audiência Acumulada. É o total não duplicado de audiência para uma veiculação ou série de veiculações, programa, mensagens ou períodos de tempo, expressos como porcentagem de um universo. Conta-se um lar ou uma pessoa somente uma vez, não importa quantas vezes tenha visto a veiculação. Isso às vezes se refere ao alcance, à audiência líquida não duplicada ou ao alcance neto. Quando se fala do número de lares ou pessoas alcançadas por um canal ou uma estação ao menos uma vez durante um período específico de tempo, este número é denominado circulação. Ver Alcance GRP.

D

Dados Demográficos (Demos)

Categoria de variáveis usada freqüentemente para descobrir as características da audiência. Os dados demográficos mais comuns são. idade, gênero, NSE, presença de TV, presença de TV Paga, chefe do lar, etc.

Desvio Padrão

Medida da variabilidade na distribuição dos valores.

Diário

Questionário no qual a pessoa pesquisada deve construir um registro escrito de suas atividades relacionadas à televisão, rádio ou a outro meio durante um período específico de tempo. Esses diários são enviados por correio aos lares com o fim de determinar como a audiência agiu na semana anterior.

Diário do Lar

Diário designado para registrar o consumo de cada membro do lar ou de um visitante deste lar que assiste televisão em um aparelho específico. Ver Diário, Diário Pessoal.

Diário Pessoal

É um pequeno livro no qual uma pessoa registra o consumo de TV ou de Rádio, geralmente ao longo de uma semana. Os Diários pessoais estão planejados para acompanhar uma pessoa nos locais em que o uso dos meios ocorre. Ver Diário do Lar.

Distribuição da amostra

Distribuição da freqüência de estatísticas mostra os resultados que ocorrem a partir de amostragens repetidas de uma população.

Distribuição da Freqüência

É uma maneira de representar o número de vezes que os valores diferentes de uma variável ocorrem dentro de uma amostra ou população; por exemplo, a porcentagem de indivíduos ou lares que estão expostos a um programa, canal ou material publicitário. uma vez, duas vezes, três vezes, etc.

Dona de casa

Refere-se à pessoa que faz a decisão de compra em um lar. Conhecida também como "Housewife".

DTH (Direct to Home)

Tecnologia de televisão que manda sinais diretamente de um satélite para um lar por meio de uma antena parabólica. Conhecido também como DBS (Direct Broadcast Satellite).

Duplicação Acumulada

Tamanho da audiência de um canal que também faz parte da audiência de outro canal, durante um período específico de tempo.

Duplicação/ Audiência Duplicada

Ver Duplicação de Audiência.

E

E-CPM (Custo Por Mil Efetivo)

Custo para alcançar mil unidades em uma audiência. É o elemento medidor para avaliar e comparar a eficiência e o custo relativo entre as distintas alternativas de mídia. Fórmula (Investimento / Pessoas Alcançadas) X 1000.

Eficiência

É a relação entre os custos dos meios e a entrega da mensagem à audiência.

Erro Padrão

Desvio padrão da distribuição da amostragem. É a estatística usada para realizar declarações sobre a exatidão das estimativas baseadas na informação da amostra. Ver Intervalo de Confiança

Estimativa do Universo

Estimativa dos lares com TV e indivíduos nos lares com TV.

Exposição

Contato de uma pessoa com um meio publicitário ou uma mensagem. Pode ser visual e/ou auditivo.

Exposição Efetiva

Conceito de planejamento de mídia que estipula qual quantidade necessária de exposição a uma mensagem publicitária para que ela seja efetiva. É geralmente empregado em conjunto com o termo alcance efetivo.

F

Fidelidade

Índice obtido dividindo-se o Índice de Audiência pelo Alcance Bruto, expresso numa porcentagem. Quanto mais próximo de cem, mais a audiência permanece assistindo ao programa. Conhecido também como Porcentagem de Permanência. Fórmula (Índice / Alcance Bruto) X 100.

Fórmula

Soma do índice de audiência de cada canal.

Fragmentação

Termo aplicado ao número crescente de subdivisões na audiência, que constitui o uso total de TV. A fragmentação é conseqüência do crescimento do número de alternativas de programas (Exemplo, canais de TV Aberta, de TV a cabo e uso do VCR/DVD).

Fragmentação da audiência

Fenômeno no qual a audiência total de um meio é distribuída amplamente entre um número significativo de programas.

Freqüência

Média do número de lares ou pessoas assistindo a um programa, canal ou material publicitário durante um período específico de tempo, ex. 1 mês. Este número é conseguido ao dividir os GRP (Gross Rating Points ou Audiência Bruta Acumulada) pelo total da audiência (cume) não duplicado. Por exemplo, se um grupo de programas alcançou 30 GRP e um cume de 20, então a média de freqüência é de 1,5 exposições por pessoas ou lar.

G

Gênero

Tipo ou categoria de um programa de televisão. Exemplos de gêneros de programas incluem. Filmes, notícias, esportes, etc. Existem também subgêneros como. Drama, comédia, ação, etc. Conhecido também como Tipologia.

Geodemográficos

Um tipo de variável que categoriza as audiências, combinando fatores geográficos e demográficos. Por exemplo, organizar audiências por CEP, com idade e renda similares.

GRP (Gross Rating Point)

O impacto bruto de um horário publicitário expresso por uma porcentagem da população. Os GRP são geralmente usados para descrever o tamanho geral ou peso de uma campanha publicitária. Um ponto de audiência é igual a um por cento do total da audiência potencial. Fórmula. GRP= Freqüência X Alcance

H

Head end

Uma parte do sistema a cabo que recebe sinais de TV de fontes exteriores (Exemplo, pelo ar, satélite) e os envia por meio de um sistema de distribuição por conexão. Ver Sistema a Cabo.

Horário

Grupo de spots; hora do dia e datas que um comercial está programado para ser veiculado. Conhecido também como pauta.

Horário Nobre

Horas com maiores picos de audiência, geralmente no período da noite.

HUT (Homes Using Television)

Porcentagem de todos os lares com televisão na área pesquisada com um ou mais aparelhos em funcionamento em um período específico de tempo. A soma da média dos índices em qualquer período será, às vezes, maior que HUT, porque alguns lares têm vários televisores. Se em um lar dois programas estão sendo assistidos, são contados os índices de cada programa, mas somente um HUT. O HUT é expresso como o tamanho da audiência projetada ou a porcentagem do total do número de lares. Resumidamente, o HUT é a soma dos índices de todos os canais com base no número de lares. Fórmula: Índices de audiência / Share (Lares)

I

IBOPE

Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Pesquisa Estatística. Fundado em 1942, O IBOPE foi o primeiro instituto de pesquisa de mercados da América Latina. O produto principal do IBOPE é a informação, que é empregada como um instrumento para guiar o processo de decisão do cliente, minimizando os riscos e maximizando os resultados. No Brasil, o IBOPE é o maior fornecedor de informação, diversificado em publicidade e marketing, mídia, Internet, política e governo.

Impressões

Ver Impressões Brutas.

In-Tab

Termo que descreve a amostra de lares ou pessoas usadas para tabular ou processar resultados.

Indice de Audiência (Rating)

Na sua forma mais simples, é a porcentagem de pessoas ou lares sintonizados a um canal ou programa dentro do total da população de um mercado. Por exemplo, a porcentagem de pessoas dentro de um grupo demográfico e dentro da área pesquisada, em lares com televisão, que assistem a um programa ou canal específico. Um ponto de audiência é igual a 1% do universo. Existem tipos diferentes de pontos de audiência. Os mais comuns são a audiência média, a audiência total e a audiência acumulada. Fórmula: Minutos vistos (ponderados) / Minutos Possíveis (ponderados) X 100 = Ind%

Indice de audiência em milhares

Número de pessoas ou lares em relação ao universo (em milhares) que assistiram televisão em um momento específico.

Intervalo de Confiança

Numa amostra de probabilidade, é o intervalo de valores ao redor do valor de uma população estimada (índice) com a probabilidade de conter o valor real da população.

Investimento publicitário

Monitoramento do investimento publicitário pelo volume e pelo valor monetário, com base nas tarifas publicadas.

L

Lar

Grupo de indivíduos ocupando uma casa, apartamento, etc.

Lar com Televisão

Unidade comum de análise de índices de pesquisa, é qualquer lar equipado com um aparelho de TV funcionando, excluindo grupos de quartos. Ver Grupo de Quartos.

Lealdade a um canal

Fenômeno comum de comportamento de uma audiência coletiva no qual a audiência de um programa tende a ser desproporcionalmente representada na audiência de outros programas no mesmo canal. Ver Duplicação de Audiência.

Lembrança telefônica

Tipo de pesquisa telefônica na qual o entrevistador pergunta às pessoas o que escutaram ou viram num passado recente, geralmente o dia anterior.

M

Média

Medida com tendência central determinada como o ponto médio de todos os casos.

Média de Pontos de Audiência

Índice médio de audiência relativo a pessoas ou lares sintonizados a uma estação ou assistindo a um programa durante um período específico de tempo.

Média de Tempo Gasto (ATS)

Média de minutos que cada telespectador assiste a um programa. Fórmula: Minutos vistos / Total de telespectadores

Média de Tempo Visto (ATV)

Média de tempo em minutos, com base no total de indivíduos do target, que cada indivíduo usa para assistir um programa. Fórmula: Minutos vistos / Total de indivíduos do target

Média Ponderada

Quantidade estatística calculada ao multiplicar cada valor em um grupo por um peso designado, somando-se os produtos e dividindo o total pela soma dos pesos. Por exemplo, o HUT necessário para a parte do dia das 9 da manhã às 4h30 da tarde. Entretanto, os telespectadores no relatório de perfis dividem esta parte do dia em dois, das 9 da manhã ao meio-dia e do meio-dia às 4h30 da tarde. O HUT das 9 da manhã ao meio-dia é 19 e o HUT do meio-dia às 4h30 da tarde é 29. Como de 9h às 12h são três horas e de 12h às 16h30 são 4,5 horas, a Média Ponderada é feita assim:
(3.0 x 19) + (4.5 x 29) = 25 HUT para 9h às 16h30
-------------------------- 
(3.0 + 4.5)

Média Sucessiva

Os níveis dos índices de audiência com base na média de várias amostras sucessivas. Ao ter mais dados de amostras disponíveis, a amostra mais antiga já não vale como média. A média sucessiva (rolling average) é menos suscetível a erros de amostragem.

Médias de períodos de tempo

O tamanho de uma audiência em uma média de tempo, durante um período específico de tempo.

Medição

Processo de designar números a objetos de acordo com alguma regra de determinação.

Medida

Procedimento ou ferramenta para quantificar objetos (Exemplo. Lares, pessoas) em variáveis de interesse para o pesquisador.

Medidor

Ferramenta medidora utilizada para registrar o estado aceso/apagado dos canais em uma televisão. Ver Peoplemeter.

MMDS (Multichannel Multipointing Distribution System)

Distribuição por microondas de programação de televisão. TV a Cabo sem fio de conexão.

Moda

Medida de tendência central definida como o valor em uma distribuição que ocorre mais freqüentemente.

MSO (Multiple System Owner)

Companhia que é dona de mais de um sistema de TV a cabo.

Multi-Set Household

Lar usuário de televisão com mais de um aparelho de televisão em funcionamento.

P

Painel

Tipo de pesquisa de modelo longitudinal na qual a mesma amostra de indivíduos é estudada por um período de tempo. Os medidores são colocados no painel dos lares. Ver Cross-Sectional, Longitudinal, Tendência.

Parte diária (day part)

Período específico de tempo, geralmente definido por certas horas do dia ou dias da semana (exemplo: dias da semana versus dias do fim de semana), que reflete geralmente o padrão da programação televisiva, para poder resumir a média do tamanho da audiência ou comprar e vender o tempo publicitário. Comparação de estimativas de audiência entre as partes do dia, pode indicar diferenças no tamanho e na composição da audiência disponível. Partes do dia mais comuns na América-Latina:
Manhã (06h00min-16h59min)
Tarde (17h00min-18h59min)
Horário Nobre (19h00min-23h59min)
Madrugada (24h00min-30h00min)
Jornada Completa (06h00min-30h00min)

Pauta

Grupo de spots. hora, dia e datas em que os anunciantes planejam mostrar seus comerciais. Conhecido também como Horário.

Pay-Per-View

Pagar Para Ver, programa ou canal que o cliente deve pagar para ver.

Penetração

Porcentagem de lares, donos de televisores sobre o total de lares em uma área - grau de cobertura que um meio ou veículo obteve em uma área.

Penetração da TV a cabo

Alcance da TV a cabo dentro dos lares inscritos no serviço de cabo em qualquer mercado. Geralmente expresso na porcentagem de lares com TV inscritos no serviço de cabo básico.

Peoplemeter

Aparelho que transmite eletronicamente registros de mudanças de canais em um televisor e é capaz de identificar quem está assistindo TV. O telespectador deve colocar informação pressionando um botão, o que ativa o medidor, se aparelho não necessita o esforço do telespectador, é chamado passivo.

Período de Tempo

Intervalo de tempo, geralmente definido por dia(s) e hora(s), sem levar em conta a programação transmitida. Por isso, pesquisadores de audiência podem falar em média de tempo de quatro semanas, diferentemente de médias puras de programas, quando avaliam uma estação de TV ou analisam as tendências das audiências.

Peso Designado (dw%)

Peso que um indivíduo na amostra deve representar no total do universo.

Pesquisa

Método para recolher dados oralmente, pessoalmente ou por telefone.

Pesquisa Coincidencial

Tipo de pesquisa na qual o pesquisador pergunta o que o entrevistado está assistindo ou escutando no momento da ligação. Estas entrevistas coincidenciais são embasadas em amostras de probabilidade, elas estabelecem freqüentemente o padrão no qual os outros métodos de índice de audiência são julgados.

Pesquisa Pessoal

Método utlizado para recolher dados no qual o entrevistador e o entrevistado têm um contato cara a cara. Ver Pesquisa.

Pesquisa Qualitativa

Toda pesquisa sistemática da audiência que não depende de medidas ou quantificações. Os exemplos incluem sessões de grupo e observação dos participantes. É usada às vezes para descrever qualquer pesquisa de índices, inclusive se houve quantificação.

Pesquisa Telefônica

Uma sessão de perguntas e respostas feita por telefone. Ver Entrevista Coincidencial.

Pesquisador

Profissional que realiza a pesquisa.

Ponderação

Prática de designar pesos matemáticos diferentes com a intenção de corrigir a sub-representação de alguns grupos numa amostra in-tab sem ponderar.

Ponderação da amostra

Prática de designar pesos matemáticos diferentes a vários subgrupos de uma amostra tabulada com o propósito de corrigir diferentes porcentagens de resposta entre esses subgrupos. Cada peso é a proporção do tamanho do subgrupo na população em relação a seu tamanho na amostra.

Pontos de Audiência de Rede

Audiência alcançada por uma rede ou um programa dessa rede com base na totalidade de uma população ou um target específico.

Pontos de Audiência de um Programa

Média de pontos de audiência de um programa específico. Ver Índice de Audiência (Rating).

População

Número total de pessoas ou lares sobre a qual a amostra de probabilidade é determinada. A determinação de uma população deve ser claramente definida, geralmente pela área geográfica onde estas pessoas vivem. Ver Universo.

Promoção de Programa

Na própria emissora ou outros veículos, a divulgação de um programa a ser transmitido.

Psicográficos

Categoria de variável que estabelece distinções entre pessoas com base em suas características psicológicas, incluindo opiniões, interesses e atitudes.

PUT (Pessoas Usando Televisão)

Porcentagem de todas as pessoas dentro de uma categoria demográfica e em uma área pesquisada que está assistindo televisão durante um período específico de tempo. Resumidamente, o PUT é a soma dos índices de audiência de todos os canais com base no número de indivíduos. Também conhecido como Índice Total de TV.

R

Rate Card (Tarifa publicada)

Tabela de quanto uma estação cobrará por seus spots comerciais. Os Rate cards são às vezes incorporados aos dados de audiência em programas de computador destinados a administrar os inventários das estações.

Recall

Porcentagem da audiência, que ao responder uma pesquisa, pode lembrar ao menos uma mensagem de um reclame publicitário de uma marca, um dia após estar exposto a essa mensagem. Os resultados do Recall são considerados como um indício da efetividade de um esforço publicitário. A técnica do dia depois é também usada para medir a efetividade relativa entre os tipos de meios, como a TV durante o dia versus a TV durante a noite. Esta pesquisa é realizada por telefone. Os casos em que se pergunta diretamente à pessoa pesquisada referem-se à lembrança estimulada (aided recall), caso contrário, referem-se à lembrança não estimulada (unaided recall).

ROS (Run of Schedule)

Método de compra de anúncios em que o anunciante permite que o canal ou estação veicule anúncios publicitários na melhor hora disponível.

S

Segmentação

Prática de dividir o mercado total em subgrupos, freqüentemente relacionados às necessidades de um plano de marketing ou às preferências de uma parte da população em relação a determinados programas. Ver Audiência-alvo.

Share

Na sua forma mais simples, é a porcentagem de pessoas ou lares sintonizados a uma estação ou a programa em relação ao total usando o meio (Exemplo, porcentagem de domicílios ligados sintonizados a um canal ou a um programa específico em uma hora determinada). Share = Índice de Audiência ÷ total ligados).

Significância estatística

É o ponto no qual os resultados de uma amostra se desviam tanto do que pode ocorrer por acaso que se chega à conclusão que eles podem refletir diferenças reais ou fenômenos dentro da população. Por convenção, os níveis de significância são geralmente estabelecidos em 0,05 ou menos, o que quer dizer que um resultado pode ocorrer por acaso somente 5 vezes em 100. Ver nível de Confiança.

Sobre-amostra

Recolher e tabular uma amostra maior que a necessária, para estudar intensivamente as subcategorias da amostra. A sobre-amostra é utilizada também para compensar uma amostra pequena quando comparada a uma amostra maior. Os procedimentos de sobre-amostra são justificados para fins de comparação.

Spot

Unidades de tempo que são vendidos pelos canais para anunciantes.

Sub-entrega

Qualquer fonte de TV aberta que entregue um índice baixo em lares com TV apagada ou em área que um horário de anúncios tenha uma entrega de índices menor que a média.

Syndicated Program ou Syndicated Research

Termo sem tradução para o português que significa produto padronizado vendido a muitos clientes. "Syndicated Programs" são geralmente séries gravadas disponíveis para transmissão por estações individuais. Um "syndicated program" é disponibilizado para muitos mercados diferentes. "Syndicated research" são índices vendidos a muitos usuários. A Rede Globo propôs para esse termo a tradução "pesquisa regular".

T

Tamanho da amostra

Número de lares ou indivíduos selecionados para uma amostra, o número que proporciona informação útil para a pesquisa.

Técnicas de Medição

Métodos usados para medir audiências de televisão. Os métodos principais são:
Medidor. ver medidor
Diário. ver diário
Telefonema Coincidencial. ver Pesquisa coincidencial
Lembrança. Método usado para determinar a audiência nas últimas 24 horas, com base na memória da pessoa pesquisada, é geralmente parte de uma chamada telefônica coincidencial.

Televisão Aberta

Recepção direta de sinais de TV. Também conhecidas como sinais aéreos.

Tipo de Programa

Uma categoria de programação em que os programas possuem similaridades de conteúdo. Ver Gênero e Tipologia.

Tipologia

Tipo ou categoria de um programa de televisão. Exemplos de gêneros de programas incluem. Filmes, notícias, esportes, etc. Existem também subgêneros como. Drama, comédia, ação, etc. Conhecido também como Gênero.

U

Universo

Mercado escolhido para um estudo. As estimativas do universo são o número estimado de lares ou indivíduos existentes e está disponível de acordo com os dados demográficos, geográficos, econômicos, uso de TV a cabo, entre outros. Ver População.

V

Validade

Grau que um método de medição quantifica com precisão o atributo que está sendo mensurando.

Variável

Qualquer atributo ou característica que varia de pessoa a pessoa ou de elemento a elemento. Ver Demográficos.

W

Weighted In-Tab

Número de indivíduos em diferentes grupos demográficos que teriam fornecido informação válida se as taxas de resposta fossem equivalentes. Ver ponderação da amostra

Z

Zapping

Pratica de usar o controle remoto para evitar comerciais ou conteúdos de programas, ao trocar rapidamente de canal.